//
Acepi
//
//
Notícias
COVID-19 está a mostrar necessidade de reduzir fosso digital no mundo
COVID-19 está a mostrar necessidade de reduzir fosso digital no mundo
7 de Abril de 2020
A pandemia do novo coronavírus pode vir a agravar o fosso digital existente entre algumas regiões do mundo, alertam as Nações Unidas perante os resultados de um novo estudo.

O surto de COVID-19 está a causar disrupções económicas e sociais de várias formas e dimensões. Se por um lado acelera o processo de transformação digital de empresas e governos, por outro também pode agravar a diferença os países mais avançados e aqueles que têm maior dificuldade de acesso às ferramentas tecnológicas.

Os principais resultados do estudo The COVID-19 Crisis: Accentuating the need to Bridge Digital Divide , da United Nations Conference on Trade and Development (UNCTAD) demonstram que o “mundo digital” está a funcionar com muitos benefícios, mas não de forma igual para todos.

A análise indica que a crise económica causada pela pandemia do dono coronavírus contribui para a adoção de soluções, ferramentas e serviços digitais, conduzindo a transição global mais rápida para a chamada economia digital. Ao mesmo tempo, expõem o abismo que separa “ligados” e “não ligados”, revelando o acentuado atraso tecnológico de muitos, avisam as Nações Unidas.

A UNCTAD não deixa, contudo, de apontar a importância da tecnologia nos dias que correm, como ferramenta para ajudar a manter a atividade das empresas e o quotidiano das pessoas. Com a adoção de medidas de contenção, mais empresas e governos estão a apostar na internet para disponibilizarem os seus serviços.

Do lado dos consumidores há mais procura por entretenimento e compras online e a telemedicina, o teletrabalho e o elearning também estão a ser impulsionados.