//
Acepi
//
//
Notícias
5 curiosidades sobre o comércio eletrónico na Europa que o podem ajudar a fazer negócio
5 curiosidades sobre o comércio eletrónico na Europa que o podem ajudar a fazer negócio
11 de Julho de 2019
Um relatório recente da Ecommerce Foundation apresenta alguns dados úteis para quem vende através da internet e quer conquistar novos mercados.

De acordo com os factos e números do Ecommerce Overview of Europe , a maior parte do comércio B2C está concentrado na Europa Ocidental. Nesta região, os suíços, os britânicos e os holandeses são quem mais compra online. Em específico, 88% dos consumidores na Suíça faz compras através da internet, face a 87% no Reino Unido, 86% na Holanda e acontecendo o mesmo com 84% dos alemães.

Já o norte da Europa é não só a região com a maior taxa de penetração de internet, mas também aquela onde os consumidores têm tendência para gastar mais online. Em média, um comprador escandinavo gastou cerca de 2.046 euros no ano passado, enquanto na Europa Ocidental o valor foi de 1.974 euros.

O relatório revela também que na Europa de Leste se continua a dar preferência às lojas físicas. A lista é liderada pelo Kosovo e por Montenegro, mas a Roménia, Chipre e Bulgária também relegam o online para segundo plano.

Os polacos revelam-se os maiores adeptos do ecommerce, com apenas 2% dos internautas a afirmarem que preferem as lojas físicas. Neste aspecto, seguem-se no pódio o Reino Unido (10%) e a Holanda (11%).

Os países pequenos são campeões de compras transfronteiriças. Malta em primeiro lugar, com 89% dos consumidores online a mostrarem tendência para comprar a uma loja localizada noutro país, Chipre em segundo (83%) e Luxemburgo em terceiro (82%).