//
Acepi
//
//
Notícias
Estudo aponta os principais mercados para comercializar produtos portugueses online
Estudo aponta os principais mercados para comercializar produtos portugueses online
3 de Julho de 2019
Reino Unido, EUA, França, China, Espanha e Alemanha destacam-se como os principais mercados alvo e com maior potencial de adesão aos produtos nacionais, aponta um dos três estudos que a ACEPI realizou no âmbito do projeto Norte Digital.

O estudo "Top 20 Principais Economias na área do comércio eletrónico e de maior potencial de adesão aos produtos nacionais" teve em conta que a exportação de bens (excluídos os serviços) em Portugal ultrapassou os 50 mil milhões de euros, o equivalente a 26% do PIB e tem como objetivos aferir o estado da economia digital global, com especial atenção para os mercados que sejam mais relevantes ou tenham maior potencial para as PME portuguesas; ser um instrumento de apoio às empresas que pretendam apostar na economia digital; e selecionar os principais mercados alvo.

Identifica também as tipologias de produtos, em particular aqueles associados à indústria de produtos transacionáveis, como sejam aqueles referentes a vestuário, calçado e acessórios, têxteis, mobiliário e decoração, produtos alimentares entre outros, e tem em conta nomeadamente os seguintes domínios na caracterização dos mercados em análise: Utilização da Internet; Nível de compras online; Meios de pagamento mais utilizados; Condições de distribuição e serviços postais; Utilização de tecnologias nas empresas; Legislação e regulação; Fiscalidade; Maturidade da Economia Digital; e Exportação de produtos a partir de Portugal.

As 20 economias com maior potencial de adesão a produtos nacionais através do Digital, foram identificadas de acordo com os seguintes Exportações, Riqueza e População e Maturidade Digital.

De acordo com os resultados do estudo, os países Top 20, por ordem alfabética são: Alemanha, Austrália, Bélgica, Brasil, Canadá, China, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Índia, Itália, Japão, Marrocos, Polónia, Reino Unido, Suécia, Suíça, Turquia e Rússia, representando juntos cerca de 80% do PIB e 55% da população mundiais.

Produtos elétricos e eletrónicos; Produtos alimentares e bebidas; Vestuário; Mobiliário e decoração; Calçado e acessórios; e Produtos têxteis são as categorias de produtos mais vendidos online e cujas receitas representam mais de 15,9 mil milhões de euros, ou seja, 32% do total de exportações de bens.

A ACEPI apresentou os resultados de mais dois estudos durante a conferência desta quarta-feira , realizados no âmbito do programa Norte Digital. Além do Estudo Top 20 Principais Economias na área do comércio eletrónico e de maior potencial de adesão aos produtos nacionais, foram apresentados os dados reunidos, pela IDC, no Estudo Europeu dos Principais Indicadores e Análise Comparativa Entre Regiões e no Estudo dos Requisitos e Necessidades das PME da Região Norte.

O Estudo Europeu dos Principais Indicadores e Análise Comparativa Entre Regiões foi levado a cabo com o intuito de conhecer o estado atual e a evolução da Economia Digital no mundo; identificar os países com mercados digitais relevantes para as PME portuguesas; e identificar as três economias com maior interesse e potencial para as PME da região norte do país.

Já através do Estudo dos Requisitos e Necessidades das PME da Região Norte pretendeu-se analisar os requisitos e fazer o levantamento das necessidades de qualificação das PME; potenciar a visão e o enquadramento setorial das PME na região norte do país; e criar um roadmap personalizado de evolução digital, através do ecommerce e da participação em emarketplaces internacionais.