//
Acepi
//
//
Notícias
Programa ComércioDigital.pt é uma oportunidade para as PME entrarem na Economia Digital
Programa ComércioDigital.pt é uma oportunidade para as PME entrarem na Economia Digital
12 de Junho de 2018
Com o programa promovido pela ACEPI e a Confederação do Comércio e Serviços de Portugal as pequenas e médias empresas vão ter acesso a ferramentas e serviços que lhes permitem modernizar-se.

A iniciativa foi oficialmente lançada no dia 5 de junho em Viana do Castelo e conta com o patrocínio do Ministério da Economia, que apoiou todo o desenvolvimento do projeto. O objetivo é disponibilizar a 50 mil pequenas empresas as ferramentas necessárias para desenvolverem os seus negócios através da internet.

O Governo apoia desde o primeiro momento esta iniciativa que é especialmente dirigida ao setor do comércio e serviços, e que abre a estas empresas a possibilidade de tirarem partido das ferramentas digitais para conquistar novos clientes mas também para modernizarem a sua atividade.

"O futuro dos nossos comerciantes passa por abraçar as novas tecnologias", salientou o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, que se juntou ao lançamento do ComércioDigital.pt através de uma comunicação em vídeo. "O futuro do comércio constrói-se hoje em Viana do Castelo com esta iniciativa", destacou.

Nos planos do ComércioDigital.pt estão a disponibilização de vouchers com oferta de ferramenta de site, email e domínio gratuito por um ano, e a realização de um roadshow nacional com 150 sessões de formação, assim como o acesso ao apoio de consultores e a uma Academia Digital.

“Mais de 50% das microempresas portuguesas, não tem qualquer presença online. Nos dias de hoje, não estar online é como não existir!”, assinalou Alexandre Nilo Fonseca, Presidente da ACEPI. Os dados são de um estudo recentemente divulgado pela Associação da Economia Digital que apontam o notório atraso das empresas portuguesas nesta área.

"Temos de fazer um esforço grande para mobilizar os empresários para a digitalização do seu negócio", defende Alexandre Nilo Fonseca, presidente da ACEPI que fala na necessidade de formação e presença digital, mas também optimização de processos. "É para isso que lançámos o programa ComércioDigital.pt".

Também João Vieira Lopes, Presidente da CCP | Confederação do Comércio e Serviços de Portugal salienta que há mais de 200 mil empresas de comércio e serviços e que a larga maioria são micro empresas que não têm presença digital. "Há muitos problemas de qualificação da mão de obra e da gestão, atomização muito frequente e em algumas áreas", reconhece, acrescentando, porém, que é preciso olhar para a frente.

As mudanças mais recentes em alguns sectores não estão a generalizar-se e Paulo Alexandre Ferreira, secretário de Estado Adjunto e do Comércio, admite que apesar de hoje existir “mais sensibilidade dos agentes económicos para as transformações a decorrer e associadas à transformação digital", há muito ainda para fazer, adiantando que espera que esta iniciativa se torne estrutural e ajude a mudar a realidade das empresas e mentalidades.

No âmbito com programa ComércioDigital.pt a ACEPI e a CCP | Confederação do Comércio e Serviços de Portugal assinam em Viana do Castelo os protocolos com os sete parceiros fundadores da iniciativa, incluindo a Câmara Municipal Viana do Castelo, a CCP - Confederação do Comércio e Serviços de Portugal, DNS.pt, Chronopost, DHL, Mastercard, Microsoft e Millennium BCP. Nos próximos meses outros parceiros vão também juntar-se a esta iniciativa.

O site da iniciativa já está online no endereço www.comerciodigital.pt, onde há mais informação sobre a iniciativa e a possibilidade das empresas se inscreverem para receber mais informação.