//
Acepi
//
eMobile
//
Notícias
Compras internacionais ganham peso entre consumidores europeus
Compras internacionais ganham peso entre consumidores europeus
12 de Fevereiro de 2018
Um estudo da UPS mostra que sete em cada 10 europeus que compram online já adquiriram produtos de retalhistas fora do seu país de origem.

A União Europeia acaba de votar o fim do "geoblocking" , o nome dado a regras que limitavam a compra e produtos online dentro do espaço europeu, mas este estudo da UPS mostra que a aquisição de produtos fora do país de origem já faz parte dos hábitos dos europeus.

Segundo os dados, 71% dos compradores já adquiriram produtos em retalhistas fora do país de origem e quase todos já compram em marketplaces (96%). A tendência para usar o smartphone é também reconhecida neste estudo, que aponta que 43% dos inquiridos fizeram compras com dispositivos mobile.

Entre os resultados está também uma análise às considerações ao comprar a retalhistas noutro país, que incluem e segurança de pagamento (75%), uma indicação clara do custo total da encomenda, incluindo direitos e taxas (72%), uma política de devolução transparente (63%), assim como a declaração de todos os preços na moeda nativa do comprador (63%);e a velocidade de entrega (62%).

As opções de envio são consideradas por mais de metade (52%) dos compradores online quando fazem compras, enquanto 75% consideram importante o transporte de retorno gratuito. Adicionalmente, 63% dos compradores estão interessados em enviar para um local alternativo com horários prolongados, se as taxas forem menores do que o transporte para sua casa.

O vice-presidente de marketing da UPS Europa reconhece que a Internet tornou as compras realmente globais, permitindo que os retalhistas comercializassem e vendessem os seus produtos a clientes em todo o mundo. E destaca o factor oportunidade nesta tendência: "a nossa pesquisa mostra que quase três quartos dos compradores online europeus compram de países fora dos seus próprios, por isso a oportunidade é abundante tanto para pequenos e grandes retalhistas que procuram expandir seus negócios", explica.

A UPS Europa recomenda que os retalhistas precisam de pensar "móvel primeiro", pois o uso de smartphones para fazer compras prolifera. De acordo com o estudo, 43% dos utilizadores de smartphones compraram através do seu dispositivo. Os clientes usam os seus dispositivos móveis para uma variedade de outras tarefas relacionadas com as compras, incluindo localizar lojas ou informações relacionadas com as lojas (78%), fazer o seguimento de pedidos (78%) e comparar preços entre retalhistas (75%).