//
Acepi
//
//
Notícias
Amadeus: a moldar o futuro das viagens há três décadas
Amadeus: a moldar o futuro das viagens há três décadas
29 de Novembro de 2017
Quando a empresa foi criada, a Amadeus era basicamente um GDS, um sistema de distribuição de conteúdo aéreo. Mas em 30 anos, muita coisa mudou, seja pela incorporação de novas tecnologias, seja pela mudança do perfil dos viajantes e serviços que são oferecidos.

Amadeus  apresenta-se hoje como uma “empresa de tecnologia que atua na indústria de Viagens e Transportes”, numa definição que abrange um largo conjunto de áreas de atuação.

Neste conjunto incluem-se desde as companhias aéreas, com a disponibilização de soluções para gestão de operações (passageiros, inventário, financeira, etc), às relacionadas com a distribuição de produtos de viagens, através de soluções que ligam o conteúdo dos fornecedores de serviços (aéreas, hotéis, rent a car, etc) aos canais de distribuição destes conteúdos, primariamente agências de viagens, online e offline. Adicionalmente, tem várias outras áreas de atuação, incluindo soluções de pagamento eletrónico.

Atualmente marca presença em mais de 190 países com uma equipa global de cerca de 15.000 colaboradores de mais de 60 nacionalidades distintas. “O alcance global e a diversidade são componentes muito importantes na nossa identidade”, sublinha Cláudio Santos, diretor comercial.

Ao longo dos seus 30 anos de existência, muita coisa mudou, com alguns marcos de negócio pelo caminho. “São muitos [marcos]”, afirma o responsável. “Estamos envolvidos em quase tudo relacionado com as viagens. Coisas que hoje são aparentemente simples, mas que exigiram muito investimento em inovação, como gerir uma reserva online, comparar e criar itinerários de viagens, integrar companhias aéreas, gestão de passageiros em aeronaves”, referiu citando alguns exemplos.

“Hoje um agente de viagens tem, na ponta dos dedos, acesso imediato ao conteúdo de mais de 700 companhias aéreas, incluindo low cost, uma infinidade de hotéis, além de cruzeiros, conteúdo de operadores turísticos e muito mais”, destacou. “Criar e gerir viagens complexas, customizadas e com as melhores condições em poucos minutos é algo que não existia e, com orgulho, ajudámos a construir nos últimos 30 anos”.

Relativamente às tecnologias que foram ficando disponíveis para o tipo de serviços que prestam, a internet foi, sem qualquer dúvida, a que mais tem influenciado o mercado. A partir dela, as soluções na nuvem, a conectividade e a mobilidade e, num futuro próximo, Cláudio Santos considera que blockchain e inteligência artificial terão também um papel importante.

“O fundamental, na verdade não são as tecnologias em si, mas a forma como são aplicadas para gerar benefício para a indústria”, alega. “Neste sentido somos uma das empresas europeias de destaque em investimento em investigação e desenvolvimento (foram mais de 700 milhões de euros só no ano passado), com 19 centros dedicados em todo o mundo”.

Na análise feita ao momento atual do mercado, Cláudio Santos destaca o crescimento conseguido até agora e a tendência para que continue assim. “As novas gerações valorizam ainda mais as viagens como forma de obter experiências e isso sem dúvida é positivo para o sector”. Pela negativa, há dúvidas relacionadas quanto à forma como alguns destinos conseguirão lidar com um crescente fluxo turístico, bem como questões de segurança. “Mas já há muito debate ao redor destas questões para encontrar saídas. Acredito num futuro promissor”.

E num futuro não muito distante, a expectativa é que o alcance dos serviços prestados aumente ainda mais “para um real serviço porta a porta”, incluindo todos os modos de transporte necessários, além da habitação e entretenimento. “E que tudo isso possa ser gerido de forma simples ou até automática”.

Já a Amadeus promete manter-se fiel ao seu slogan de ajudar a moldar o futuro das viagens. “É assim que nos vejo nos próximos anos, a investir em inovação, e com isso a continuar a crescer e a ajudar a nossa indústria a crescer”.


Próximos Eventos
Ver Todos »
23
Jan
23 de Janeiro de 2018
08
Mai
08 a 11 de Maio de 2018