//
Acepi
//
//
Notícias
Serviços OTT crescem em Portugal, principalmente os gratuitos
Serviços OTT crescem em Portugal, principalmente os gratuitos
17 de Fevereiro de 2017
WhatsApp, Messenger, Netflix e FoxPlay estão entre os serviços over the top (OTT) mais usados pelos portugueses, apesar dos conteúdos desportivos pagos continuarem a ter uma adesão invulgar face à Europa.

Segundo o Jornal de Negócios, os portugueses usam, cada vez mais, os serviços de chamadas e mensagens instantâneas, como o WhatsApp ou Messenger. No ano passado, 39% dos utilizadores de internet portugueses efectuaram chamadas de voz ou vídeo através destas plataformas, um número que está em linha com a média da União Europeia e que representa uma subida de 2% face a 2015.

O Jornal cita o relatório sobre serviços over-the-top (OTT) divulgado pela Anacom e indica que no consumo de séries e filmes não linear, através de serviços de streaming como o Netflix, FloxPlay e Nplay (da operadora Nos), os portugueses não seguem o mesmo ritmo dos congéneres europeus.  

A baixa penetração destes serviços streaming, que requerem o pagamento de uma mensalidade, explica-se pela pouca disponibilidade dos portugueses em pagar por conteúdos online.

Segundo o relatório divulgado pelo regulador das comunicações "os dois principais critérios para a escolha do tipo de serviço utilizado no acesso a conteúdos de música e filmes/séries online pelos utilizadores portugueses foram o acesso "gratuito" (85% e 78%, respectivamente) e a "inexistência de anúncios" – 56 e 53%, respectivamente".

O critério do acesso gratuito foi referido com maior frequência pelos portugueses em comparação aos restantes consumidores europeus inquiridos.  Portugal ocupa o 1º lugar do ranking na utilização exclusivamente gratuita de música online (86%) e a 2ª posição no acesso gratuito a vídeos online (75%), jornais e revistas (75%) e filmes e series (66%).  

Os dados mostra, que apenas um quarto dos utilizadores de internet portugueses afirmou ter pago por algum serviço utilizando na internet, menos 8 pontos percentuais que a média da UE.  E a única excepção neste campo está relacionada com o desporto, o único conteúdo pago em que a penetração em Portugal se encontra acima da média.


Próximos Eventos
Ver Todos »
23
Jan
23 de Janeiro de 2018
08
Mai
08 a 11 de Maio de 2018